30 dezembro 2011

24 dezembro 2011

27 comentários.
 acreditem em vocês mesmos, confiem em quem são e nunca se culpem. quando errarem, emendam a situação e caso não consigam, não se martirizem, tentaram e isso é o mais importante*

"gosto muito de te ver."

8 comentários.
hoje foi dos melhores dias que ficarão gravados na minha memória.
fica a saber que te admiro muito, e te sigo como exemplo. tenho um carinho enorme por ti e vejo-te como uma irmã mais velha. amo-te minha menina grande

ps: feliz natal a todos :)
0 comentários.
no inicio foi difícil habituar-me a vocês, mas agora, agora só me quero aproximar cada vez mais. obrigada pela tarde, obrigada pela confiança depositada

21 dezembro 2011

21 comentários.
 lembrei-me de ti meu pequeno* 

« ele não é perfeito. ninguém é, nenhum de vocês será. mas se ele te consegue fazer rir pelo menos uma vez e se ele admite os erros, agarra-te a ele e dá-lhe o máximo que puderes. ele não vai citar poesia, ele não está a pensar em ti a toda a hora, mas ele vai-te dar uma parte dele que ele sabe que podes magoar. não o magoes, não o mudes, e não esperes mais do que ele te pode dar. sorri quando ele te fizer feliz, grita quando ele te tirar do sério, e sente falta dele quando ele não está lá. o amor dura quando há amor para dar. porque homens perfeitos não existem, mas há sempre um que é perfeito para ti. »
 (bob marley)

20 dezembro 2011

100.

25 comentários.
obrigada a todos os meus queridos seguidores, pelos 'amei', pelas opiniões, pelos comentários atenciosos .. obrigada pelo apoio. somos finalmente 100 e estou tão agradecida e feliz por isso. espero continuar a corresponder às expectativas de vocês todos e que venham muitos mais fazer parte deste meu cantinho.
obrigada, obrigada mesmo meus amores.

18 dezembro 2011

dia 10- o melhor dia da tua vida.

27 comentários.
Tumblr_lwewet3kmk1qhbitjo1_500_large
há muitos dias pelos quais gostava de falar, tal como o dia de anos da minha irmã, ou aquela tarde de verão em que me mostraram a música 'hope- who am i to say'. no entanto, olhando para trás, há um conjunto de dias que me faz sorrir de orelha a orelha. aquele em que fomos os dois ao coimbrões, onde eu levava os meus brincos rebuscados, as calças largas, as air force brancas e a camisola emprestada e tu, tu ias lindo, como sempre. vestias pela primeira vez aos meus olhos os teus calções e por cima levavas a tua t-shirt azul da nike. fomos andando e parámos na bp para comprar o meu ice tea de pêssego. eu falava e falava, sem me calar um bocadinho que fosse e por instantes reparei que lias o jornal enquanto me ouvias. significou tanto para mim que ainda hoje, recordo esse momento e os meus olhinhos brilham.
outro dia foi quando saímos do coimbrões atrasados, que eu fiz questão de esperar que saísses de tomar banho e fomos a correr pela rua da bélgica abaixo. lembro-me perfeitamente, era noite já e levava as minhas vans.
e quando fizeste questão de me levar à música, numa sexta feira e chovia torrencialmente ?
nunca mais me esquecerei do primeiro dia em que chorei à tua frente, lembrei-me da martinha e da falta que ela me fazia, quando ouvi a música dos xutos- querida pequenina. tu limpaste-me as lágrimas e mostraste-me um lado teu que desconhecia, de seguida fomos para casa do teu primo e lanchamos lá. jogaste à bola com ele na cozinha e nessa tarde senti-me parte da família.
aquela semana em que me fizeste uma surpresa todos os dias, em que puseste um papel na minha mochila sem eu dar conta, em que cheguei à sala e tinha um texto teu dentro do livro, em que me ofereceste um estojo cheio de papelinhos lá dentro, em que me deste uma rosa de madeira que eu há tanto pedida e chegaste à escola com um panic para mim e que me ofereceste um happy meal sem eu contar.
no dia do teu jogo, em que me marcaste um golo, fizeste-me um coração e no final me deste uma camisola a dizer 'aaaaamo-te lena' e, para não bastar quando saiste do balneário e me deste o alargador branco que nunca tiro.
quando eu fiz merda e mesmo assim me ofereceste um panic com um papel a dizer 'AMO-TE MUITO'.
do dia em que nos chateamos e quase choraste à minha frente.
da primeira vez que fomos pelos cavalos lembraste ? dia 20.
do dia 22 de junho.
do dia 06 de novembro.
e do dia 10 de novembro.
estes foram dos melhores dias da minha vida até hoje.

leãozinho

13 comentários.
é só para saberes que tenho um grande carinho por ti, um enorme orgulho por tudo o que és e alcançaste até hoje. nunca mudes sim ? e mesmo que agora sejamos de turmas diferentes, já me provaste que nada irá mudar, que sempre que precisar estarás lá e assim digo-te eu o mesmo. nunca baixes os braços, mantém a cabeça erguida. és um orgulho, amo-te leãozinho.

17 dezembro 2011

dia 9- o pior dia da tua vida.

7 comentários.
custa tanto voltar a falar, a tocar no assunto que tanto faço para esquecer. mas esse foi sem dúvida o meu pior dia, aquele em que perdi as forças, em que não houve tempo para pensar pois o cérebro deligou-se automaticamente. não sou a única no mundo a suportar esta dor, e é nisso que me baseio. se muitas/os ultrapassaram, eu não sou excepção.
já era tarde quando abri os olhos nesse dia, o sol já estava bem lá no alto. não tinha dormido sozinha, uma amiga com quem tinha saído à noite estava a meu lado. peguei, como todos os dias no telemóvel e tinha '2 mensagens novas'. mal abri a primeira perdi a vontade de viver. bati bem lá no fundo e não reagi.
hoje gostava que muitos mais me tivessem compreendido, gostava de não ter ouvido muitos 'eu avisei' e ainda hoje estou rancorosa com tais pessoas. desejei muito voltar atrás no tempo, para evitar que aquilo acontecesse, no entanto, isso nunca foi opção. ergui a cabeça e ainda hoje mantenho o queixo para cima, sorrindo na cara dos dois. ele voltou, depois do seu erro e ainda tenta ter-me novamente. para mim acabou, para mim tinha sido a gota de água. todos me julgaram, todos me fizeram chorar e sentir a pior pessoa do mundo, só que, no fundo eu sei, que no meu lugar teriam agido de maneira bem diferente. todos seriam mais fracos e não teriam a coragem que eu tive/tenho.

16 dezembro 2011

parabéns ♥

6 comentários.
15 aninhos meu amor, são 15 de muitos espero. lembra-te que os que virão serão passados comigo, até ao último minuto, em que morreremos juntos, lembraste ?
apenas três meses da tua vida foram passados comigo e será que sentes o mesmo que eu ? que parece que já vem de há muito ? é que agora olho para trás e só te vejo a ti, a levares-me a casa e a buscar-me a todo o lado. nem sei como isto era antes de apareceres, não cabe na minha cabeça perceber o tempo que aguentei sem ti. porque não apareceste há mais tempo ? bem, não interessa, o que interessa é que estás aqui, a fazer-me a mulher mais feliz do mundo e antes do mais quero agradecer-te, pela forma bonita com que cuidas de mim. pelos abraços e os beijinhos. por me levantares quando eu estava a cair. por te preocupares e deixares tudo por mim. obrigada pelo o menino impecável que és. obrigada por me contares tudo e confiares. e antes do mais, obrigada por me orgulhares.
e já agora, um pedido de desculpas também. já que me enervo com facilidade e acuso-te antes de ouvir a explicação. desculpa se me tornei possessiva e te impeço de fazer certas coisas, no entanto nunca te queixaste, parece que és feliz assim e eu espero bem que sejas, faço por isso.
resumindo, obrigada e amo-te. nunca me deixes, pois deixaste-me mal habituada e não acredito encontrar alguém como tu, não acredito mesmo.
here i am (20) i ♥ u.


*há 15 anos atrás nasceu um rapazinho impecável, de cabelos loiros e olhos castanhos, fanático por futebol, até certo dia, em que cresceu e se apaixonou. nunca desistiu, mandou mensagem de 'bom dia' todos os dias e mesmo levando patadas, continuou de pé, a lutar pelo o que queria e, acredito que um dia, tenha aquilo por que tanto esperou.*

13 dezembro 2011

explodi.

6 comentários.
despejei tudo o que estava acumulado e doeu, doeu mais do que esperava pois sabia que estava errada, sabia que hoje ela não tinha tido a culpa. tentou ser perfeita ontem e hoje mas a verdade é que eu necessito que seja ela mesma a toda a hora e não alguém com quem eu já me comparei na maior parte do tempo, ou uma pessoa perfeita quando sente que está a perder. não, eu preciso dela, tal e qual como era, não perfeita, não outra, simplesmente ela.
descarreguei na minha menina, é verdade, mas não me arrependo. já sentia aquilo há muito e fui aguentando para não lhe dar mais problemas e há bocado, quando me julgou de não ser fofa, quando no fundo faço tudo por aquela miúda (ainda hoje fiz muito e ela nem se apercebeu) explodi, explodi de raiva ao ver a forma como me retribuía os esforços que faço, que nem por mim são. não tens que tocar no nome dela, pois tu, em tempos anteriores fizeste pior, por isso não me censures de coisas que tu já fizeste.
afastaste-te sim. entravas na sala, saias da sala e nada me dizias. deixaste de querer saber se tinha companhia para sair da escola e à tarde, deixaste-me entregue ao mundo. a minha base desmoronou porque eu a abanei é verdade, no entanto quantos abanões levei eu e continuei de pé ? não é justo atirar-te o passado à cara, só que ele atira-se para o meu presente e futuro, logo torna-se inevitável. sei que não tens noção das coisas e não percebes que quando dizes 'não', sem uma justificação, sem nenhuma importância de me deixar sozinha dói e o problema não é ser só um 'não' mas sim muitos. não te direi mais nada, não consigo. para quê ? para ser tratada da forma que trataste agora ? não sou mais assim, já foi a minha vez, agora é a tua.
lamento se te magoou-o mas sempre disseste para olhar por mim e não gosto que me apontes defeitos depois tudo o que já fiz e ando a fazer. se quiseres falar e esclarecer as coisas, cá estarei para te ouvir, tal como sempre, no entanto não serei eu a tomar esse passo, mesmo que agora parte da culpa seja minha. já me conheces, senão me aceitas assim, sabes o que tens a fazer.

e já que não consigo ter uma conversa séria contigo e esclarecer palavra por palavra que está aqui escrita, tive de deitar cá para fora através de alguma coisa.

11 dezembro 2011

somos um.

28 comentários.
love you my little boy
sabes bem o significado*

06 dezembro 2011

dia 8- o que dizem os teus olhos.

25 comentários.
esses vagueiam, sem destino ou direção. dizem muito e pouco ao mesmo tempo. sabem que fizeram alguém apaixonar-se de tal forma, que raras são as pessoas que o sentem. já viram muito da vida, sabem de mais.
eles dizem-me que nunca se vão fechar, lutarão sempre e por vezes desistir, é lutar. lutar pela própria felicidade e isso é dos atos mais heróicos.  já choraram muito, mas prometeram nunca mais derramar uma única lágrima à frente de quem não merece e de quem merece também. dizem ainda que são felizes, independentemente das desavenças da vida e por fim, a sorrir, afirmam que superam tudo, pois força como esta, não há igual.
eles orgulham-se, isso é o mais importante.

05 dezembro 2011

dia 7 - a música que descreve a tua vida neste momento.

1 comentários.
http://www.youtube.com/watch?v=k-5su_JTze8  Guilherme & Santiago - E Dai?
« e daí se eu quiser farrear tomar todas num bar sair pra namorar
o que é que tem?
foi você quem falou que a paixão acabou
que eu me lembre eu não sou de ninguém
e daí, que você me deixou, mais um dia passou e o mundo não parou
tô aqui
confesso fraquejei muito tempo chorei
só deus sabe o quanto eu sofri
mas não fui me humilhar te pedir pra voltar
o que você ta fazendo aqui?
se ainda não me quer então sai do meu pé eu faço o que eu quiser
e daí se eu quiser farrear tomar todas num bar sair pra namorar
o que é que tem?
foi você quem falou que a paixão acabou
que eu me lembre eu não sou de ninguém
se eu quiser farrear tomar todas num bar sair pra namorar
o que é que tem?
foi você quem falou que a paixão acabou
que eu me lembre eu não sou de ninguém. »