25 setembro 2011

#14 Carta para alguém que te afastaste.

3 comentários.
300192_252947194746396_196216977086085_715050_976575931_n_large
onde estás ? procuro-te todos os dias e nunca te encontro. estás tão perto e tão longe ao mesmo tempo, será isso possível ? proporcionaste-me os melhores dias de praia, seguraste-me no dia em que ia cair. fizeste-me estar acordada 24horas sem nunca me queixar, pois tinha valido a pena. vejo-te quase de mês a mês e é como se recordasse o antigamente, naquelas praias. quando me ias buscar e levar a casa, todos os dias. os croissants até sabiam melhor miúdo. nunca te demonstrei o que eras, achei que nunca fosse necessário, mas agora percebo que já venho tarde e que a amizade que tinha contigo se foi.  nunca me afastei, respeitei o que me tinhas pedido e sem contar, do dia para a noite, quem se afastou foste tu. não costumo ficar assim quando as pessoas me deixam, sigo em frente e ignoro mas tu .. tu foste diferente desde o ínicio, deste-me força que eu desconhecia e se neste momento estou livre e totalmente bem, é graças a ti. lamento todos os dias o que nos aconteceu.
mas nunca te esqueças do que pássamos, porque eu contínuo aqui, esperando pelo próximo verão.

19 setembro 2011

5 comentários.
gosto de muita coisa sabias ? de quando me levas e vais buscar a casa, fazendo-me todas as vontades. da atenção que me dás e o facto de conseguires fazer duas coisas ao mesmo tempo, ler o jornal e ouvir tudo o que te digo. vivo com medo do que possas vir a ser para mim, tens tudo a teu favor. tens o meu estilo ideal e irritas-me sempre no bom sentido, parando quando sabes que a brincadeira está a ir longe de mais. mexes-me no cabelo como se o medo de me perder fosse maior e olhas-me nos olhos, ouvindo-me como eu sempre sonhei que fizessem. dás-te com os meus amigos, nunca me obrigando a enfrentar os teus, abdicas de sonhos por mim. adoro quando me metes do lado de dentro do passeio e me agarras na mão quando atravessamos a estrada, da preocupação que tens sobre mim. as tuas danças quando me dedicas golos e as músicas que me mostras. de me ligares quando sabes que estou mal e de vires atrás de mim quando amuei sem motivo. necessito de te ouvir dizer que tens medo de um dia me ver fumar, como se odiasses tanto isso como eu. adoro a tua panca pela roupa e a forma como me dás valor. tens tudo o que quis, medo de quê então ?

18 setembro 2011

#18 Carta para a pessoa que gostavas de ser

8 comentários.
texto tão desnecessário. sei que muitos contam o que irei escrever apenas para ficar bem, porque caso digam o contrário são considerados burros. no meu caso não e quem me conhece sabe bem do que falo. sou confiante e é raro duvidar de mim, mas sim, muitas vezes desejei ser alguém diferente, apenas o senti por uma pessoa. ela tinha tudo o que eu sempre quis, uma grande amizade que outrora havia sido a minha e uma história que sempre sonhei ser eu a contá-la. no entanto o tempo fez-me ver a realidade. o tempo cura tudo e estou-lhe eternamente agradecida. ele fez-me ver que sou linda à minha maneira, que quem não gosta não come, que os meus defeitos tornam-me original e que se tenho os amigos que tenho é porque melhor que eu não há. não me arrependo daquele momento mau da minha vida, porque se não tivesse sentido isso por ela, sentiria um dia mais tarde por alguém e assim, já preparada estou. agora vejo-me ao espelho e estou pronta para sair de cabeça erguida. gosto de mim assim, sem medos na aceitação do outro. lamento, mas esta é uma carta sem destinatário, pois eu estou bem assim. tal e qual como me fizeram, sem tirar nem pôr.

15 setembro 2011

migos bora para a água

2 comentários.
voei no tempo, perdi-lhe a conta. as horas eram segundos que corriam ofegantes, aproveitando-se da minha distracção para convosco. 5 anos sem conhecer infelicidade, a sorrir dia e noite, até mesmo nos sonhos, dar tudo por vocês era o meu único objectivo. cresci vendo todos os dias os mesmos rostos, que antigamente no verão raramente eram avistados, mas com a idade nunca deixados de alcançar. passou rápido. e agora tiram-vos assim. dão-me a escolher entre amizade e futuro profissional.'segue a paixão' diz-me o mundo, mas esse não compreende que a minha paixão são vocês. perdi tempo com insignificâncias, não percebi que podíamos ser só nós que eu tinha tudo a meu favor. e agora, sei finalmente o significado da frase 'quando perdemos é que damos valor' e infelizmente, já tarde e passados tantos anos. o valor que tenho por vocês cresce e nem sequer palavras existem para dizê-lo. independentemente da minha escolha, vocês vão ficar no lugar que tenho guardado só para vocês. amigos sou eu que escolho, escolhi-vos a vocês.
amo-vos, irmãos.

11 setembro 2011

best

25 comentários.
e ter-te aqui ao meu lado de novo, é a melhor sensação do mundo. até já me tinha esquecido. podia ficar aqui dias e nunca me cansaria, serás sempre a melhor e tudo o que passamos ficou tão marcado que eu sei que nunca será em vão. temos muitos mais aninhos pela frente e desta vez vou aproveitá-los verdadeiramente, pois apanhei o maior susto da minha vida, percebi que perder-te não é um erro que posso cometer, abri os olhos e agora quero-te. talvez possa ser egoísta quando o digo, mas quero-te só para mim e durante muito mais tempo. juntas somos imbatíveis, juntas estaremos sempre bem.
we are the bests, love you ♥

jar of hearts

4 comentários.
Tumblr_lrbq1pjryu1qb2dc4o1_500_large

« eu sei que não posso mais dar nenhum passo em direcção a ti
porque tudo o que me espera é o arrependimento
sabias que eu não sou mais o teu fantasma?
perdeste o amor que eu mais amei

eu aprendi a viver, metade viva
e agora queres-me mais uma vez
quem é que achas que és ?

vais correndo por aí deixando cicatrizes
a coleccionar um pote de corações
rasgando o amor ao meio
vais ficar constipado
do gelo que tens na tua alma

eu ouço-te a perguntares por mim.
onde estou para me procurares.
mas eu cresci muito mais forte
para voltar para os teus braços

levou tanto tempo para me sentir bem
para me lembrar de como voltar a ter luz nos olhos
quem me dera esquecer a primeira vez que nos beijámos
porque tu quebraste todas as promessas

agora estás de volta
mas não me vais ter de novo
portanto, não voltes para mim
não voltes para nós »   
musica: christiana perri- jar of hearts

10 setembro 2011

#30 Carta para o teu reflexo no espelho

14 comentários.
vejo alguém distante, que por dentro se martiriza por ainda pensar nele. uma pessoa que ama demais e gostava de voltar atrás e por isso mesmo o barulho dos ponteiros dos relógios lhe mete confusão. uma tarde fechada em casa será sempre uma tarde perdida e tudo isto porque no passado ela cometeu erros. erros esses que não deviam ser julgados pois para isso chega ela. num minuto estragou a sua vida e agora faz de tudo para apagar essas memórias que, infelizmente, não desaparecem. quando olha para o cantinho do seu quarto e recorda ele, ali sentado, o mundo desaba sobre si. chora, mas sempre no silêncio da escuridão. não deixando que mais ninguém se aperceba pois no fundo ela tem sentimentos, mas não é fraca e pode muito bem aguentá-los sozinha. tentou, falhou. voltou a tentar e mesmo assim não resultou. ela sabia que a culpa não era dela e por isso mesmo emendou  todos os seus falhanços e despediu-se dele para sempre. uns dizem que já foi tarde, só que .. é tão fácil para quem está de fora. a rapariga tinha encontrado de novo a felicidade e precisava de tentar para ficar descansada. agora sabe que foi em vão, pois o problema sempre tinha sido ele, mas ó menos está tranquila porque arriscou. os seus amigos dizem que fez bem e admiram a sua decisão, chamam-lhe de forte. no entanto, não sabem que atrás daquela energia contagiante que transmite, ainda sente a sua falta. que não há um único dia em que ela não o deseje ter, nem por um segundo que seja. e é por isso mesmo que se agarra à escrita, pois quando ele destruiu o seu porto de abrigo, ela ficou desprotegida e sentiu-se censurada por tudo e todos. o papel ouve-a e nunca responde, guarda para ele e não trai.  ela passou de uma menina ingénua a uma mulher inteligente. obviamente que agora passou a odiar os homens, não são todos iguais claro, mas toda a gente magoa pelo menos uma vez na vida e o seu coração não aguenta mais desfeitas. o seu sonho é encontrar alguém por acaso, como uma mera coincidência e criar uma amizade que passados dois anos desse num relacionamento estável. será isso possível ?
orgulhas-me tanto, meu querido reflexo. tem calma que depois da tempestade vem a bonança, por isso contínua tal e qual como estás que um dia mais tarde quando menos esperares esse sentimento vai desaparecer. o tal rapaz de sonho está à tua espera e mais cedo ou mais tarde, ele vai aparecer e quando te fizer rir, com aquele sorriso que só tu sabes dar e sentir verdadeiramente vais perceber que a felicidade bateu-te à porta e desta vez estarás muito mais atenta e sábia.

09 setembro 2011

0 comentários.
tá visto, sou demasiado boa pessoa. até me canso de ser assim, fico enjoada, mas a genética criou-me desta forma. poder dizer que é das melhores qualidades de sempre ? não posso. para os outros talvez, mas para quem a tem é do pior. nunca pensa em si, acabando sempre por sofrer mais. dei-te tudo, nunca te deixei, mesmo depois de ter sido trocada e tu à mínima merda afastas-te. será que não consegues fazer um esforço e continuar como estávamos ? foda-se, hoje tocaste mesmo no ponto, não consigo ser doutra forma contigo. sinto-me traída e sim, nunca conseguirei perceber o teu lado. estás a fugir, como sempre fizeste. a fugir à dor que sentes quando me vês com ela, mas e quando eu te via com a nova amiga ? achas que não doeu ? acredita que até hoje foi das piores sensações de sempre mas ultrapassei isso por ti, porque sabia que se te deixasse estaria só a pensar naquele sofrimento que sentia. que se fizesse o mesmo que estás a fazer, nunca me perdoarias e que o meu sofrimento iria fazer parte do teu também. sempre quis o melhor para ti, jurei a mim mesma que te daria a vida perfeita e assim o fiz. mesmo andando mal, nunca baixei os braços, lutei com tudo o que tinha. fiz isso por ti mas contigo as coisas não são assim. foges, e lamento que tenhas de ser dessa forma, mas se me amasses tanto como dizias não deixavas que nada interferisse em nós. não consigo fazer o mesmo que tu e por isso não me vou afastar. é bom saber que nunca deste valor e que não fazes o esforço para me fazer feliz. tenho dito, enfim.

08 setembro 2011

#6 Carta para um estranho

5 comentários.
olá desconhecido. quem és ? espera não digas, prefiro ficar na incógnita e imaginar-te como bem entender. morro de medo ter-te idealizado de uma forma e seres completamente o contrário, desilusões agora não. achas que já nos cruzamos ? bem, o mundo é pequeno mas será tão pequeno assim ? penso em ti muitas vezes, admito. peço que alguém de novo apareça na minha vida e mude tudo aquilo que passei até hoje. que fosses o meu homem de sonho, era tudo o que eu queria. que me fizesses esquecê-lo de vez e me desses de novo um sorriso que apenas ele me conseguiu dar. gostava muito que fosses tu, querido estranho. mas se apareceres, espero bem perceber que és tu. faz-me viver uma história ainda melhor que aquela que tenho para contar. não demores, preciso de ti.
até um dia.

07 setembro 2011

3 comentários.
 diziam que mudei. bem, aqui está a verdade. eu cresci. parei de deixar que as pessoas me empurrassem o tempo todo. aprendi que não se pode ser sempre feliz. aceitei a realidade e ignorei os pensamentos dos outros. em pequena a opinião do mundo era o que mais contava. hoje, aprendi que as opiniões são como as vaginas, cada um tem a sua e dá-a quando e a quem bem entender. por isso ignora o que te faz sofrer. lembra-te, 'não interessa que falem bem ou mal, o que interessa é que falem', já dizia maryln monroe.

fuck the world

6 comentários.
cansei-me do mundo, esta rotina faz-me mal. ver as pessoas resmungarem por razões mínimas mexe comigo. temos uma vida única, um momento contínuo de altos e baixos e mesmo assim fazemos com que os baixos sejam predominantes. não tem lógica, não cabe na cabeça de ninguém. costumo dizer que um sábio não é aquele que tira as melhores médias, nem descobre o impossível. mas sim aquele que vive a vida, protegendo sempre o seu orgulho sem confusões. dá-se bem com toda a gente, boa ou má e nunca cai na esparrela, sai sempre por cima sem nunca deitar ninguém abaixo. pessoas essas que se encontram em extinção. eu já encontrei a minha e vai ser com ela e mais umas quantas que sairei daqui, tirarei férias deste lugar. hoje tocaram na ferida, ofenderam quem mais protejo neste planeta. ups, brincaram com o fogo. é pena eu não ser violenta nem vingativa. lamento mas a única coisa que digo é 'façam favor de ser felizes'.

04 setembro 2011

um dia

6 comentários.
Tumblr_lqia0jez3r1qij2kuo1_500_large
um dia caminharei no meio de nenhures, sem destino ou direcção. viajarei apenas com uma mochila às costas dormindo ao relento. perguntarei as horas só mesmo para meter conversa com um estranho solitário. haverá um dia em que me sentarei no banco de jardim, apenas pela descoberta, ouvindo cada passo, cada conversa. um dia sairei de casa sem telemóvel e visitarei todos os meus amigos, só para lhes dizer um olá. entrarei numa discoteca sem autorização e irei à praia de noite e a chover. um dia sentirei a sensação de estar no palco com o mundo a olhar para mim. de entrar num estádio e percorrer a pista à velocidade da luz. um dia irei comprar um cavalo e passar a noite a admirar as estrelas numa pradaria. um dia atirar-me-ei duma prancha para a piscina, tirarei o curso de fotografia e mergulho. um dia percorrerei o mundo de um lado ao outro. um dia escalarei uma montanha e ficarei lá em cima até ver o pôr-do-sol. um dia comprarei um vestido de noiva apenas porque sim. darei um beijo a meio de uma frase e gastarei dinheiro com essa pessoa. terei uma casa á beira do mar, com um golden. farei uma luta de almofadas e espuma de barbear. vou tomar banho completamente vestida e andar na maior montanha russa do mundo. haverá um dia em que gritarei no meio da rua, só porque tive um ataque de nervos e comprar um chicla enquanto dou uma nota de 100. comprarei bilhete para um filme e mudarei de sala até ver todos os que queria. um dia cantarei uma música do ínicio ao fim, alto e bom som em plena baixa. falarei umas 5 línguas e tocarei uns 5 instrumentos. tirarei um curso e ficarei deitada à chuva simplesmente porque me apetece. ficarei em casa a ver filmes e comer filipinos, enquanto chove lá fora. um dia correrei sem ter motivo e sentar-me-ei no chão apenas por tar cansada. escreverei um livro e farei uma sessão fotográfica. partirei um copo só pelo prazer de ouvir os cacos a cair no chão e ligarei a um número qualquer apenas para perguntar como está. farei trabalho voluntário e ajudarei um necessitado a atravessar a rua. um dia darei asas à minha imaginação e cometerei as maiores loucuras. ignorando finalmente o que os outros me dizem. um dia tirarei esse dia apenas para mim e tudo o resto será secundário. um dia serei egoísta, vou fazê-lo por mim.

02 setembro 2011

forever

8 comentários.
'e viveram felizes para sempre'. mentiras, sonhos de criança. vidas idealizadas que todo o ser humano deseja, quer seja homem ou mulher. louco ou pacato. empreendedor ou preguiçoso. sonhos esses que ninguém devia ser privado de ter, no entanto nunca se está preparado para enfrentá-los. quando se encontra o chamado primeiro amor, acredita-se. pensa-se no futuro e dá-se tudo por esse tal sentimento. como dói no coração daqueles que já sofreram ver outros a cometer os mesmos erros, a darem oportunidades atrás de oportunidades. quem inventou este sentimento afinal ? óbvio que não me refiro ao amor de família, nem amigos. esse sim, ainda bem que existe ! mas e aquele amor que ninguém sabe explicar bem o que é ? aquele que não tem definição concreta ? pode-se dizer que é quando da-mos tudo por alguém, é onde a frase 'gosto muito dele mas gosto mais de mim' não se adequa porque quando ama-mos verdadeiramente passamos a gostar mais dessa pessoa que nós próprios. sensação muito bonita no início, fodida no final. para aqueles que ainda acreditam no para sempre, lamento, mas deixem esses sonhos da mão. sejam prudentes, não ignorantes. a vida é dura e se apostarem no amor, mais dura será. têm 1% de probabilidades em permanecer com a mesma pessoa durante anos. pensem duas vezes antes de se entregarem, porque num minuto tudo muda. a vida dá muitas voltas, por isso se um rapaz/rapariga te está a fazer sofrer não percas tempo. muda de vida, aproveita-a para ser feliz.