29 abril 2012

12 comentários.
Tumblr_m392c0ca2z1r4jtqoo1_500_large
estou cansada da merda da escola e dos professores que à nossa mínima dúvida reclamam que já o deveríamos saber, que foi dado no 7º ano, como se fossemos uns génios e soubessemos tudo aquilo que já falamos desde há 3 anos atrás, e principalmente farta das disciplinas sem utilidade nenhuma que fui obrigada a ter. não consigo sentar-me numa secretária a estudar, começo a perder a concentração passados poucos minutos. quando dou por mim, já estou a desenhar ou a olhar fixamente para um ponto. tento recomeçar novamente e as lágrimas vêm-me aos olhos, peço ajuda à minha mãe e ela apenas diz "isso são noções básicas, senão sabes tens de ir atrás ver, isso é que é estudar", mas esquece-se que para essa ajuda eu teria-o feito sozinha.
quero ir para a faculdade entendem? não acho que tenha tirado más notas, na minha turma até fui das melhores, mas foda-se, não me chega, não me contento com tão pouco. preciso, quero mais, mas também não consigo fazer para tal.

28 abril 2012

3 comentários.
não consigo, não consigo estar sem ti. não aguento o enorme vazio com que me deixas quando não estás , não aguento ter-te longe. o meu coração já não pode com tanta saudade.. volta rápido, volta rápido para os meus braços,  para os meus lábios e foge comigo, para um sítio onde nunca mais ninguém te possa arrancar de mim.
obrigada por teres aparecido, por seres como és, o menino mais lindo do mundo, quer por dentro, quer por fora.
devo-te tudo e a ti, amo-te mais que a própria vida.

25 abril 2012

5 comentários.
obrigada pai, obrigada por seres sempre a barreira para eu seguir os meu sonhos. já é a segunda vez que me cortas as pernas e me impedes de conseguir os meus objetivos, mas de uma coisa te garanto, a menina que dantes aguentava calada e chorava às escondidas já desapareceu. se me impedes de agarrar esta oportunidade, acredita que vou explodir e dizer-te tudo, até as coisas mais dolorosas e não me vou importar com os teus sentimentos, tal como tu nunca te preocupaste com os meus.
primeiro querias que praticasse desporto, chamavas-me de preguiçosa, que só queria o sofá e agora que finalmente encontrei algo que adoro dizes que vai ser muito cansativo ? sabes qual é o teu problema ? seres aquele género de pai que obriga os filhos a serem o que eles nunca foram. o porquê não sei, se calhar por teres pena de ti próprio ou por achares que até sou parecida contigo, do qual eu discordo plenamente. já me querias ter posto no curso de ciências, como tu e eu sei que te desiludi em ter ido para humanidades, mas e então ? passar o resto da minha vida a ser médica, enquanto o que eu gosto é línguas e literaturas ?
continuas a ser um pai horrível e não me custa nada dizê-lo, é a verdade, é o que eu sinto e quem me dera a mim que a mãe abrisse os olhos, se impusesse e te deixasse da mão. não me incomodaria nadinha, praticamente não me és nada, quase nem falamos, nem contacto visual existe. estás sempre fora de casa e quando estás, é um tormento.
só espero é que abras os olhos a tempo.

22 abril 2012

volei

11 comentários.
é assim fofinhas/os, preciso da vossa opinião:
duas raparigas da minha turma, entraram há dois meses para o voleibol, uma tem 15, outra 16 e metade da equipa delas para o ano, vai ficar reduzida a 4 pois muitas vão subir de escalão e elas convidaram-me para entrar. sábado fui ver o jogo delas e adorei, fiquei completamente viciada e não tiro aquilo da cabeça, só penso na próxima vez que poderei ir assistir novamente ou até mesmo estar lá a jogar. os treinos são das 20h30 às 22h00, 4 dias por semana e os jogos aos sábados às 3h30.
eu quero muito entrar, mas tenho imenso medo de não ser aceite pela equipa, de jogar um bela m****, fazer figuras vergonhosas, principalmente nos jogos, e já ter 15 anos e ser muito velha para entrarem e não aprender muito..
o que é que vocês acham que devo fazer ?

16 abril 2012

dia 30- mudavas alguma coisa na tua vida neste momento?

7 comentários.
4460815_orig_large
claro que mudava, não mudavamos todos ?
e mais um desafio se foi*


14 abril 2012

dia 29- o teu pensamento antes de ires dormir.

3 comentários.
sinceramente fofinhas/os, não penso em nada.
ps: estas férias, fui cindo diazinhos para paris com a minha escola e adorei ! aquilo é lindo, a torre eiffel enorme (fui até ao 2º balcão) o arco do triunfo também bastante grande para aquilo que eu estava à espera, juntamente com a catedral de notre dame, cada um lindo à sua maneira. já para não falar da ponte dos cadeados, que foi o que eu mais gostei. os casais compram um cadeado, escrevem la os seus nomes e a data de namoro, prendem à ponte e deixam cair a chave no rio sena. a ponte está cheia deles e tantos com línguas diferentes. já para não falar da disney, que é outro mundo. vai ficar para sempre no meu coração e só espero voltar*

13/04

5 comentários.
« sim, não são só as raparigas que sonham com o seu príncipe encantado, os rapazes também têm uma mulher de sonho desde pequenos, sonham viver com ela, ir às compras com ela, fazer tudo com ela, tudo o que vemos os nossos pais a fazer. eu nunca fui de esperar que essa princesa viesse ter comigo, era eu que ia sempre atrás dela, procurava, procurava, e por duas vezes achava que a tinha encontrado mas era sempre mais um erro que me fazia desistir dessa menina perfeita para mim. apesar de ter sofrido com esses erros, ergui a cabeça, segui em frente, e encontrei outra, que aprecia ter os meus ideais, mas deixei de acreditar nisso muito rapidamente, e foi aí que eu comecei a pensar que a mulher dos meus sonhos não existia, era um mero sonho impossível de se concretizar. mas acham que eu deixei de falar para aquela menina que no princípio achava que era perfeita para mim ? claro que não, falava sempre com ela mas só a via como uma amiga, mas a panca que em tempos tinha por ela continuava presente em mim. eu perguntava-me "como é que é possível alguém ter tanta beleza ?". eu ficava colado em ti, nas tuas fotos, e não percebia aquilo, não gostava de ti, mas fogo.. eras tão linda. tinhas tudo, eras linda, pegavas, brincavas comigo e ainda por cima eu sabia se algum dia tivesse algo contigo tu ias amuar, eras tão fixe miúda, eu curtia-te totil, acredita. mas eu tinha qualquer coisa que queria mais, mais e mais de ti, queria que fosses a minha princesa, e cada vez que dizias para estar contigo, eu não pensava, dizia logo que sim, oh, e adorava estar contigo. tu, tu não te calavas um segundo, sempre a falar, e eu, eu olhava para ti e admirava-te tanto, eras estranho, nunca tinha sentido aquilo por ninguém, tinha uma panca tão grande por ti. e adorava outra coisa em ti, quando era para falar a sério, não brincavas. e olha, quando tu estavas mal, eu ficava mesmo triste e só queria ir ter contigo para tu ficares bem, e num dia, no teu segundo dia de aulas, estavas mesmo mal, e como era habitual, quando estavas mal, eu estava triste e queria poder ajudar-te. e não é que ajudei mesmo, tu pediste para eu estar contigo e eu nem hesitei, disse logo que sim. tu, eu lembro-me, estavas feliz, estavas com um sorriso tão linda, tinhas todos os ideais da minha menina perfeita. gostei tanto desse dia, sabes porquê ? porque esse dia foi o que nos lançou para o próximo e assim sucessivamente, sempre juntos, todos os dias, e eu comecei a gostar tanto de ti, estava apaixonado. um dia não aguentei mais e tive de tocar nesses teus lábios, esses teus lábios que eram tão lindos, e a partir desse dia nunca mais te larguei e nunca mais te vou largar. com isto aprendi a não desistir pois foi por não desistir que finalmente encontrei a minha princesinha, a mulher dos meus sonhos.
lembra-te de uma coisa, no meu coração quem mora és tu e somente tu. 
amote muito minha menina linda. »

13/04/12, boy*