31 dezembro 2012

amor.

0 comentários.
e eu percebi que era amor no dia em que a mensagem não chegou. no dia em que passamos lado a lado como se não nos conhecêssemos. quando o vazio que tinhas deixado, ninguém conseguia confortar. os dias demoravam a passar porque os minutos pareciam horas e as horas dias. esses compridos dias perderam a cor e foi aí que eu percebi que era amor. que era o amor mais sincero que alguma vez senti.

30 dezembro 2012

egoísmo.

0 comentários.

o egoísmo destruiu o mundo em que vivemos. fez com que a humanidade se desmembra-se e vivesse solitariamente. passou a ser cada um por si, não havendo compaixão. pessoas assim sempre existiram, mas na quantidade que se presencia nos dias de hoje, nunca alguém viu!
o pior do egoísmo é que também afeta as pessoas que te são mais próximas. elas fazem aquilo que querem, ignorando se te custa presenciá-lo ou não. no entanto, se tal acontecer ao contrário, a relação com essa pessoa já muda. começa a haver um certo afastamento, que aos poucos leva a um diálogo que deixou de existir. para evitar que tal aconteça mudamos o que a pessoa não gosta, para ficar tudo bem. infelizmente, tal não se retribuiu e és constantemente afetado com facadas nas costas.
felizmente, no meio de tanto mundo egoísta, há sempre um cantinho onde nos sentimos bem, um cantinho ou mais precisamente alguém que nos faz esquecer tudo e mostra o que realmente importa. mostra-nos o que há de bom no mundo, e faz com que o resto, seja resto e não passe disso.
afinal o que seria a minha vida sem ti?

26 dezembro 2012

que sabem eles afinal?

0 comentários.
por mais que se procure nunca se encontrará ninguém assim. ninguém como nós.
dizem que amam e que querem ficar junto para sempre.. eles sabem lá o que dizem! ficar junto para sempre no seu palavreado significa estar junto apenas quando querem, se for preciso só uma vez por semana e o que é isso na cabeça de quem ama? qual coração apaixonado suporta mais de 5 minutos sem a pessoa que gosta? 

duvidam de nós, não compreendem como não nos cansamos de andarmos sempre agarrados. idiotas! namorado é melhor amigo, e nós ainda conseguimos ser como irmãos. eles vivem só para agradar o companheiro.. nós não! nós somos nós próprios, somos verdadeiros e as nossas estupidezas são infantilidades na cabeça dos outros e nas nossas é amor. é que quem ama, quem ama de verdade não cansa, não humilha, nem magoa. quem ama com todo o sentido da palavra, é feliz. e será feliz para sempre. pois amor sincero nunca acaba.
que sabem eles do amor afinal?

04 novembro 2012

voleibol

1 comentários.
''Como explicar-te o que é o carinho, se nunca abraçaste um companheiro de equipe quando ela estava a chorar? Como explicar-te o que é a humilhação, se nunca foste bloqueada? Como explicar-te o que é a amizade, se nunca tiveste uma equipe? Como explicar-te o que é superar-se, se nunca continuaste mesmo que... quisesses desistir?... Como explicar-te o que é o pânico, se nunca erraste varias recepções seguidas? Como explicar-te o que é estar juntos, se nunca tiveste ninguém a cantar por ti? Como explicar-te o que é a solidão, se nunca treinaste sozinho? Como explicar-te o que é o esforço, se nunca te mataste para defenderes uma bola? Como explicar-te o que é a arte, se nunca fizeste um amorti ? Como explicar-te o que é música, se nunca canta
ste com a tua equipe num jogo? Como explicar-te o que é a injustiça, se a outra equipe tocou na rede e o arbitro não assinalou falta? Como explicar-te o que é o sacrifício, se nunca te levantaste ao sábado as 7 da manha para ires treinar? Como explicar-te o que é o cansaço, se nunca te deitaste tarde depois de um treino? Como explicar-te o que é o ódio, se nunca falhaste o ponto que deu a vitoria a equipa contraria? Como explicar-te o que é voar se nunca atacaste? Como te explicar o que é coragem se nunca tiveste medo de errar mas mesmo assim fizeste? Como te explicar o que é emoção se nunca recuperaste 10 pontos e ganhaste o set? Como explicar-te o que é a vida, se nunca jogaste volei?''

20 outubro 2012

1 *

0 comentários.
nada na vida é perfeito, muito menos o amor o é. há sempre dias chuvosos e manhãs insuportáveis. durante toda a nossa existência apontaremos sempre defeitos e criticas. mas chega a uma certa altura da vida, em que toda a perfeição encontrada no mundo, seja em pequenas coisas, ou feitos gigantes, se concentra num só ser. e quando finalmente, esse vem ao nosso encontro, a vida muda. muda para melhor. aqueles dias chuvosos, desaparecem. aquelas manhãs insuportáveis, atenoam-se. e temos paz interior para o resto dos nossos dias. há quem procure a sorte durante anos e há quem nunca chega a encontrar.
e olhem só para mim, a rapariga que depois de relações falhadas, repugnou os homens e rejeitou muitos afetos, teve o previlégio da perfeição ir ao seu encontro. e agora, agora ninguém a para. ninguém lhe tira esse sorriso. ninguém a consegue magoar. e imaginem só, como não seria bom não sofrer nunca mais? como não seria bom, nunca mais se deitar uma lágrima a não ser de felicidade? a isso chama-se paraíso. e eu já encontrei o meu.

02 outubro 2012

inveja.

0 comentários.
Tumblr_mb9zv03xlv1qjrfn5o1_500_large
inveja é fodida. inveja é o pior sentimento que alguém pode ter. corrói, desgasta e magoa mais que qualquer outra coisa. a inveja deita-nos a baixo, poe toda a nossa auto-estima de pernas para o ar, mesmo quando ela estava no auge e era a mais dificil de derrubar. a inveja só é despertada em quem menos merece. somos as mais lindas, as melhores, com uma vida que todos querem, mas sentimos sempre que existe alguém a cima de nós. alguém que em cada passo que dá, é maravilhosa. alguém que em cada palavra se torna mais perfeita. normalmente esse alguém é bastante precido connosco, mas na nossa cabeça, esta no topo. olhamos para ela e percebemos que faz o que quer, e de quem quer. criticamos as suas ações e na verdade, todas elas são ações más, mas isso não faz com que deixemos de nos comparar. não faz com que os olhares constantes deixem de acontecer. não faz com que cheguemos a casa e deixemos de querer ir mais bonitas do que no dia anterior, algo quase impossivel. não faz com que deixemos de querer passar por ela na escola, na esperança que sinta o mesmo que nós. que olhe com o mesmo olhar e pense "está linda, quem me dera". isso nunca acontece.. o que acontece é vermos que ela ainda consegue estar mais linda que nós. perguntamos a imensa gente e todos dizem que é mentira, mas isso não nos adianta nada.
a inveja só não mata porque atinge os mais fortes. e o problema, é que esta nunca desaparece e cada vez parece persistir mais.
e agora pergunto-me: será que também sentes o mesmo ?

29 setembro 2012

0 comentários.
Tumblr_madag06k0u1rg3es6o1_500_large
« Vamos casar. Vamos casar porque vai ser bonito, ver um ao outro se comprometendo diante de Deus. Vamos casar porque, de certa forma, até acabamos por gostar dessas coisas clichês, mesmo sabendo que nosso amor não diminuiria se não o fizéssemos. Mas sim porque seria engraçado você me ver de vestido branco, e eu te ver de terno, e depois rirmos um do outro ao nos vermos vestidos tão formalmente, quando sempre fomos meio desleixados e eu sempre peguei camisas suas, mesmo que me ficassem enormes, mas você também sempre gostou disso. Depois, vamos viver juntos. Nossa vida vai ser entre as quatro paredes do nosso quarto — onde a história é outra — e as nossas saídas. Para um cinema, onde vamos ser o único casal realmente concentrado no filme, no meio de tantos outros, porque sempre gostámos de filme. Ou para ir no parque, e correr, e rir, ou talvez ir num shopping e nos enchermos de comida rápida, e voltar para casa, e aterrar logo na cama, abraçados. Vamos ter uma família. Grande. Muitos filhos, talvez um monte de cachorros, porque também sempre gostámos de cachorros. Você topa tudo isso? Você topa viver desse jeito, comigo? »

24 setembro 2012

this is love.

3 comentários.
 
Tumblr_maryj1g8ic1rh8wqao1_500_large
« um dia vamos ter a nossa casa, vamos ver filmes juntos, vou robar-te as pipocas, vais levar-me o pequeno almoço à cama, vou dar-te um beijo de "bom dia", vou dar-te miminhos, vou cuidar bem de ti, vou dar-te chapadas mas logo a seguir abraçar-te bem forte, vamos ser só eu e tu, só nós ! »

14 setembro 2012

14.

0 comentários.
Tumblr_m9sniqdwds1r9j4kmo1_500_large
e por favor nunca vás embora, por favor não me faças arrepender de nada do que tivemos e fica, fica assim comigo, da forma que estás para sempre. dizer-te que és o melhor, quem eu quero na minha vida, já estás farto de saber, por isso hoje fico-me só pelo amote, pois nunca chega e é importante que não o esqueças.

08 setembro 2012

my little.

1 comentários.
Capitulo_252017_large
então meu pequeno, qui passa contigo ? quem foi que te tirou a energia e o teu bem estar diário ? que coisa tão má te conseguiria pôr tão em baixo quando toda a gente pensava isso ser impossível ? só mostras que todo o ser, por mais forte que seja, também sente e fraqueja. mas tu para mim nunca serás um derrotado, para mim ganhaste todas as batalhas e eu sei que esta não será diferente.
acredito que doa, muito até, mas desde aquele momento em que te vi na loja, que te tornaste no meu melhor amigo e digo-te uma coisa, és o melhor amigo que qualquer pessoa poderia ter, e por isso mesmo eu sei que isto é apenas um mau momento que passará rapidamente e caso demore a passar, eu estou sempre ao teu lado, a dar-te todas as forças para ficares bom novamente.
um amigo não precisa falar, nem pagar certas coisas, não precisa de te dar aqueles conselhos que toda a gente conhece, nem dar-te pancadinhas nas costas. o melhor dos amigos festeja quando te vê entrar em casa, todo o mundo pára quando o vês abanar a cauda e ainda para mais sabes que a razão dessa felicidade és tu. esse amigo que toda a gente precisa, sempre que estás mal larga tudo para te ir dar um beijinho e deixa-se estar ao teu lado, como que a partilhar a dor que sentes.
tu não és só um animal de estimação, és parte da família e não se deixa nenhum membro da familia para atrás, meu herói.

06 setembro 2012

desafios.

0 comentários.
alguém me pode dar desafios, como o das cartas e dos dias (já os fiz), que se faziam aqui nos blogs se faz favor ? se é que ainda os fazem..

26 agosto 2012

6 comentários.
só queria que voltasses, tu e os teus miminhos. que a vontade de me ter aumentasse e que o amor não parasse de crescer.  queria-te comigo para sempre e sempre da mesma forma. quero as promessas longe, mas cumpridas. quero tudo de novo, sem certas pessoas pelo meio.

22 agosto 2012

16 aninhos para ti.

9 comentários.

2n-cute-girl-pastel-favim.com-488024_large
sabes as saudades que eu já tinha ? a falta que os teus abraços e mimos me faziam ? nem eu desconfiava o quanto me completas!
já estava a precisar da tua energia, e da força que transbordas por todos os cantos. fazes-me acreditar que tudo está bem e que nada pode correr pior. fazes-me sentir completamente livre de certos problemas e fazes uma diferença no meu bem-estar enorme princesa.
só por uns pequenos 5 minutos, alegraste o meu dia. não queria que fosses embora, não me queria despedir. tive medo de só te voltar a ver na escola e perder todo aquele brilho que tinhas e me pegaste. preciso, urgentemente, que amanha vás à praia comigo. preciso de saber como estás e preciso de te dizer como estou. preciso de ti, da minha irmã mais velha!

17 agosto 2012

4 meses.

4 comentários.

195996_10151114590336676_576072428_n_large
oh, finalmente chegaste. finalmente pude tocar-te e ter-te perto. pude, finalmente, partilhar as minimas coisas contigo, queixar-me e dizer mal. com quem partilharia estes pequenos promonores ? és o meu melhor amigo. és quem mais amo. és tudo de bom num só e oh, como me fazes a mulher mais feliz do mundo, duma forma que só em filmes vi.
e agora que cá estás salva-me, salva-me de todas as coisas más, de tudo o que me importuna, de tudo que me destroi e foge. foge comigo para um lugar onde mais ninguem nos conheça e fica lá, a meu lado, para sempre..

10 agosto 2012

6 dias.

1 comentários.
e lá foste não é verdade ? foste embora e eu fiquei. e porquê ? porque é que me estas a fazer isto ? sabes que queria que ficasses. queria sentir o calor do teu corpo junto ao meu. queria lidar com as tuas mania da melhor forma que sei. queria-te só a ti!
 mais uma vez, somos apenas uns miúdos insignificantes e incapazes de mudar o que quer que seja. foste obrigado a ir e eu a ficar. separaram-nos durante demasiado tempo, demasiado do que aquele que conseguimos suportar. mas eu prometo que isso não nos afetará em nada . eu prometo, que mal voltes dessas ferias, seremos recompensados. prometo que passará rápido..
mesmo nos separando, nós somos mais fortes! ultrapassamos tudo juntos lembraste ?

26 junho 2012

s(ol)ummer

3 comentários.
e tu nem sabes as saudades que eu já tinha disto. não imaginas o quanto eu desejava que a escola nunca tivesse começado e que aquele nosso verão tivesse durado para sempre. a culpa disso foi minha, admito e peço imensas desculpas. mas o que lá vai lá vai e eu agora, só quero recuperá-lo.
amo-te

07 junho 2012

e foi assim..

8 comentários.
e foi assim.. foi nisto que tudo se tornou. quem me dera que tivesse sido diferente, aliás, faria tudo para que tivesse sido. implorava a quem quer que fosse que mudasse aquilo que é hoje e pedia que me fizesse voltar uns dois aninhos atrás, obviamente com o meu menino. sim, porque é ele que me faz estar aqui. é ele o único que me dá momentos altos no dia. enquanto a maior parte das adolescentes se lamenta das suas relações perdidas, eu lamento-me de não o ter aproveitado mais cedo. porque tudo o resto foi embora, menos ele. todas as pessoas que me pareciam maravilhosas, tornaram-se o oposto. e mesmo aquelas de quem não tenho opinião, não conseguem vir a ser mais para mim. talvez porque não deixo, ou talvez porque não quero. não quero mais gente que um dia irá embora na minha vida. só quero pessoas que valham a pena e que mudem isto. quero pessoas que estejam sempre comigo e me façam voltar a acreditar na magia, de que tanta gente fala, da amizade. quero pessoas maravilhosas, como ele é para mim, e por mais que procure, essas pessoas um dia mais tarde magoam muito. não digo que mudam, mas mostram aquilo que desconhecíamos, porque mesmo toda a gente tendo defeitos, há uns mais fáceis de lidar e mais compatíveis com os nossos. e infelizmente, todas aquelas pessoas que eu adoro, estão longe.
pergunto-me agora, porque é que as coisas foram assim ? porque não aparece ninguém que mude a minha vida e fique para sempre e da mesma forma ?

30 maio 2012

nº 1

2 comentários.
Tumblr_m4lvsuy8mm1qcgfkzo1_500_large
e mais uma vez, sinto a história a repetir. apesar de saber que tal nunca acontecerá, pois confio em ti mais do que em mim própria, continuo a ter um medo terrível. porque estou reduzida a ti, não tenho mais ninguém sem ser tu e ele, e depois olho à minha volta e percebo que tens muita mais gente e penso: "afinal, para que precisa ela de mim ?". és a minha melhor amiga e vais ser sempre! lamento se por vezes sou desprezivel, que eu sei que sou, mas não é por mal, apenas fico fria depois de ver certas coisas, porque afinal só estão novamente bem, por minha causa. fui a causadora de eu própria estar mal e sei que caso aconteça asneira outra vez, eu ajudarei novamente. dizem que "bff" é só um nome, e para mim era, mas agora que finalmente te tenho comigo outra vez, não consigo sequer pôr a hipotese de ires embora, ainda por cima por outra pessoa.
pf, não me deixes sozinha, continua comigo, não me troques, porque juntas superamos tudo lembraste ?

18 maio 2012

invenções.

9 comentários.
estou farta desta merda toda. invenções para aqui, mentiras para lá. o mundo fala em ser sincero, toda a gente diz "odeio a falsidade" no entanto, a humanidade veio toda do mesmo saco. são raras as pessoas que não passam pela tua vida e digam que podes contar sempre com elas, infelizmente para ti que te iludiste, vais reparar que falam mal nas costas e espalham boatos desagradáveis. com o tempo perceberás que as melhores pessoas são as que mais se importam e saem mal de todas as histórias. não sou exceção, só que aprendo bem depressa. se há muita gente aí arrependida por me ter dispersado, lamento, foram tempos em que acreditava nas vossas juras. agora eu cresci e da pior forma, graças a vocês, mas afinal obrigada, porque senão fosse isso, ainda hoje estava agarrada à merda que vocês são. finalmente encontrei quem queria e há gente invejosa que só olha para o seu umbigo, tentando maltratar toda a gente para atingir aquilo que pretende. pura obsessão. amor é querer a felicidade do outro primeiro e tu meu amor, nisso és impecável.

14 maio 2012

fuck!

2 comentários.
estou completamente fodida, da cabeça, até aos pés! a minha vida está-se a tornar numa caminhada com pontos positivos demasiado altos e negativos demasiado baixos. então é assim, o meu pai aceitou que eu entrasse no voleibol, o meu primeiro treino será amanhã e por favor desejem-me sorte que estou a tremer por todos os lados! as coisas com o meu boy vão bem, apesar de ele não ter telemóvel e andar sempre ocupado lá com o curso da escola, mas é a vida. infelizmente, passei a tarde a estudar para o teste de e.física de amanhã pois preciso de manter ou nota, ou eventualmente subi-la com urgência. mas, isto afetou imenso o meu estudo de filosofia, que ainda só vai no primeiro tópico de cinco e mesmo esses, está mal estruturado. só de pensar, fico nervosa e começo a dispersar-me na concentração. bem à segundinhos atrás, deixei o meu telemóvel cair ao chão, o que fez com que este se desmonta-se todo e o ecrã tátil deixa-se de funcionar. já arranjei um antigo, mas tem antena, é daqueles de abrir e fechar, vergonhoso, nem sei como é a cores.. felizmente, penso eu, o meu pai disse que no fim de semana íamos comprar um novo, só espero que não se esqueça. já para não falar das incriveis deceções que tenho apanhado, mas isto passa. agora com os treinos, que são tardissimos tenho de me dedicar a 100% nos estudos, para conseguir a média que quero mesmo à rasquinha e por isso mesmo passarei cá menos tempo, assim espero.

desejem-me sorte para amanhã e torçam para que corra tudo bem!

13 maio 2012

1 *

2 comentários.
um mês baby. um mês de muitos, assim espero. e acredites ou não amote cada dia mais e mais. perco a conta do quanto está crescer, torna-se infindável e será para sempre assim, porque tu, tu és (per)feito para mim e conquistaste-me da melhor forma que alguma mulher poderia ter sido conquistada. agradeço-te imenso e desculpa todo o meu temperamento, por vezes cruel, para contigo. não é por mal, fui eu que mudei ao longo do tempo e tive de criar este feitiosinho para me proteger. e mesmo assim, consegues superar isso e amar-me desta forma. olhas-me com um brilho que poucas raparigas conhecem, mas todas deveriam vir a presenciar na vida. obrigada por este mesinho mor.

12 maio 2012

foi-se.

2 comentários.
e foi-se tudo. a esperança de recuperar o que se perdeu, foi-se. foi-se de tal forma, que o desprezo torna-se desagradável de sentir. penso no que se tornaram e não me agrada, pelo contrário, enoja. a desilusão é muito grande o que tornará as coisas bem diferentes da minha parte. e tentem, experimentem apenas, irritar-me um bocadinho que seja, que vão ouvir coisas da minha boca e de uma forma, que nunca pensarem que algum dia fosse capaz de tal. vocês esquecem-se que a mais experiente sou eu, que a que mais viveu e da pior forma, fui eu! e no final,  darão-me todas razão e eu já não estarei cá. claro que não são vocês todos, uma parte deles eu continuo a amar cada dia mais, aliás, foi mesmo quem eu pensava que não ia permanecer tanto tempo. 

09 maio 2012

amote.

7 comentários.
amote eternamente. amote mais que a mim mesma. é infinito e perfeito do jeito que é. amote igualzinho a oito deitado e amarte-ei assim para sempre. amote, como o sol ama a lua. como os meus pais se amam e como eu própria amo a minha irmãzinha. amote sem saber de onde, nem de quando. amote demasiado e ao mesmo tempo é tão pouco assim. amote estúpida e apaixonadamente. amote de verdade e por vezes chega a ser mentira, pois ninguém acredita o quanto forte seja. amote loucamente e timidamente também. amote com o maior carinho do mundo e brutalidade ao mesmo tempo. amote de tanto te odiar e odeio-te de tanto te amar. amote mais do que palavras e gestos. amote com cuidado e sem ele. amote repentinamente. amote longamente. amote durante toda a minha existência e até mesmo antes disso. amote sem saber e às vezes sei demais. amote tanto que até dói e amote tanto que acalma. amote fisicamente e mentalmente. amote assim muito. amote porque és eu e amo-me porque sou tu. amo-nos por sermos assim e amo-me por te ter aqui. amote de todas as formas. amote mais que ontem e menos do que amanhã. amote da melhor maneira que sei e contínuo a amarte. amote assim, sem tirar nem pôr. amote como me amas a mim e amote desesperadamente. no final das contas, amote sem espaços. amote porque somos um e o resultado sempre dará 1.

06 maio 2012

13 *

5 comentários.
e nós somos assim, perfeitos à nossa maneira e invejados por muitos. morremos de saudades quando chega à noite e odiamos os nossos pais quando nos proíbem de sair e impedem que estejamos juntos. amamo-nos incondicionalmente e cada um daria a vida pelo outro. criámos uma rotina de 7 meses juntos, onde o único momento em que nos largamos é nas aulas e se tal não tivesse mesmo que ser, nunca na vida seria, mas também não é por isso que nos cansaríamos um do outro. não, nenhum de nós se vê sozinho, depois de tantas coisas vividas lado a lado. temos um avontade enorme, mais do que com os nossos amigos e igual ao que sentimos com a nossa família. apegamo-nos de tal forma que, espero eu, não tenha fim.
e eu amote em demasia o que mesmo assim consegue ser tão pouco para exprimi-lo. e agora que és meu, serás sempre. como me disseste um dia "eu sei que a palavra sempre é muito forte, mas para ti, sempre é muito pouco".

dia da mãe.

6 comentários.
és minha e serás minha para sempre. porque uma mãe, será sempre uma mãe. esteve ligada a nós 9 meses e é a única que nos ama a mais do que a si mesma e acreditem que gosta imenso dela própria. é a única que podemos ter a certeza que arriscará a vida para salvar a nossa e é a única por quem damos, com todas as certezas, a nossa vida também. mãe e filha até podem não estar sempre de acordo e em casos extremos dizer que se odeiam, mas nenhuma delas permitirá que outro alguém de fora lhes chame isso e ai de quem se atreva a fazê-lo. elas foram feitas para nascerem ligadas, viverem juntas, acompanharem os maus e bons momentos e despedirem-se, para que no final se encontrem novamente.

este post é principalmente dirigido a uma das melhores pessoas do mundo, a minha mãe e a todas as outras que se esforçam para nos criar *
amo-te incondicionalmente e nunca tenhas dúvidas disso

03 maio 2012

4 comentários.
em toda a minha vida, andei a perder tempo com quem não merecia. as coisas não corriam bem, mas eu mesmo assim tentava e tentava. quando desisti definitivamente daquela vida de sacrifícios e passei a concentrar-me só em mim, apareceste tu, felizmente, para mudar tudo e trazer-me de volta. rejeitei-te, imensas vezes até, mais do que as que devias alguma vez ter suportado, só que foram todas essas vezes que te permitiram ficar comigo, foram todos esses motivos e mais alguns, que ainda hoje me fazem amar-te mais e mais. já quando eu não acho que seja possível crescer, aumenta sempre um bocadinho e não precisas de fazer nenhum esforço. basta eu sair da sala, ver-te e saber que estás ali por minha causa, à minha espera quando eu repetidamente sou das últimas a sair. porque mesmo que não repares, eu dou valor a tudo, até ao mínimo detalhe que se calhar nem tu próprio te apercebes. posso por vezes nem demonstrá-lo e ralhar contigo ofensivamente, dizendo coisas que até mesmo não queria mas mesmo assim, no final, quem me dá sempre um beijinho e diz "calma baby", és tu.
e olha, estou a usar aquele sorriso que tanto gostas e me deste, sem sequer ter notado..
amote, sem espaços *

01 maio 2012

3 comentários.
 
o teu olhar apagado e as palavras não ditas, magoam sabias? o facto de passares e nem olhares, de chegares a casa sem dizer absolutamente nada, são tudo fundamentos para que não te consiga idolatrar. quer dizer, e se fosse eu a entrar em casa calada? ou a passar o dia, como tu dizes, "enjoada"? haveriam problemas, problemas dos grandes. começarias com os teus discursos ofensivos, cheios de razão nessa tua cabeça e dirias que não dou valor a nada. é isso que odeio, que me repreendas por ter dias maus, quando toda a gente os tem. sim pai, até mesmo tu, é por isso que não te consigo amar. estou-te agradecida como é óbvio, por trabalhares arduamente por esta família, mas não é disso que eu preciso verdadeiramente. às vezes, só te queria fora desta casa e dói dizer isto, principalmente do próprio pai.

29 abril 2012

12 comentários.
Tumblr_m392c0ca2z1r4jtqoo1_500_large
estou cansada da merda da escola e dos professores que à nossa mínima dúvida reclamam que já o deveríamos saber, que foi dado no 7º ano, como se fossemos uns génios e soubessemos tudo aquilo que já falamos desde há 3 anos atrás, e principalmente farta das disciplinas sem utilidade nenhuma que fui obrigada a ter. não consigo sentar-me numa secretária a estudar, começo a perder a concentração passados poucos minutos. quando dou por mim, já estou a desenhar ou a olhar fixamente para um ponto. tento recomeçar novamente e as lágrimas vêm-me aos olhos, peço ajuda à minha mãe e ela apenas diz "isso são noções básicas, senão sabes tens de ir atrás ver, isso é que é estudar", mas esquece-se que para essa ajuda eu teria-o feito sozinha.
quero ir para a faculdade entendem? não acho que tenha tirado más notas, na minha turma até fui das melhores, mas foda-se, não me chega, não me contento com tão pouco. preciso, quero mais, mas também não consigo fazer para tal.

28 abril 2012

3 comentários.
não consigo, não consigo estar sem ti. não aguento o enorme vazio com que me deixas quando não estás , não aguento ter-te longe. o meu coração já não pode com tanta saudade.. volta rápido, volta rápido para os meus braços,  para os meus lábios e foge comigo, para um sítio onde nunca mais ninguém te possa arrancar de mim.
obrigada por teres aparecido, por seres como és, o menino mais lindo do mundo, quer por dentro, quer por fora.
devo-te tudo e a ti, amo-te mais que a própria vida.

25 abril 2012

5 comentários.
obrigada pai, obrigada por seres sempre a barreira para eu seguir os meu sonhos. já é a segunda vez que me cortas as pernas e me impedes de conseguir os meus objetivos, mas de uma coisa te garanto, a menina que dantes aguentava calada e chorava às escondidas já desapareceu. se me impedes de agarrar esta oportunidade, acredita que vou explodir e dizer-te tudo, até as coisas mais dolorosas e não me vou importar com os teus sentimentos, tal como tu nunca te preocupaste com os meus.
primeiro querias que praticasse desporto, chamavas-me de preguiçosa, que só queria o sofá e agora que finalmente encontrei algo que adoro dizes que vai ser muito cansativo ? sabes qual é o teu problema ? seres aquele género de pai que obriga os filhos a serem o que eles nunca foram. o porquê não sei, se calhar por teres pena de ti próprio ou por achares que até sou parecida contigo, do qual eu discordo plenamente. já me querias ter posto no curso de ciências, como tu e eu sei que te desiludi em ter ido para humanidades, mas e então ? passar o resto da minha vida a ser médica, enquanto o que eu gosto é línguas e literaturas ?
continuas a ser um pai horrível e não me custa nada dizê-lo, é a verdade, é o que eu sinto e quem me dera a mim que a mãe abrisse os olhos, se impusesse e te deixasse da mão. não me incomodaria nadinha, praticamente não me és nada, quase nem falamos, nem contacto visual existe. estás sempre fora de casa e quando estás, é um tormento.
só espero é que abras os olhos a tempo.

22 abril 2012

volei

11 comentários.
é assim fofinhas/os, preciso da vossa opinião:
duas raparigas da minha turma, entraram há dois meses para o voleibol, uma tem 15, outra 16 e metade da equipa delas para o ano, vai ficar reduzida a 4 pois muitas vão subir de escalão e elas convidaram-me para entrar. sábado fui ver o jogo delas e adorei, fiquei completamente viciada e não tiro aquilo da cabeça, só penso na próxima vez que poderei ir assistir novamente ou até mesmo estar lá a jogar. os treinos são das 20h30 às 22h00, 4 dias por semana e os jogos aos sábados às 3h30.
eu quero muito entrar, mas tenho imenso medo de não ser aceite pela equipa, de jogar um bela m****, fazer figuras vergonhosas, principalmente nos jogos, e já ter 15 anos e ser muito velha para entrarem e não aprender muito..
o que é que vocês acham que devo fazer ?

16 abril 2012

dia 30- mudavas alguma coisa na tua vida neste momento?

7 comentários.
4460815_orig_large
claro que mudava, não mudavamos todos ?
e mais um desafio se foi*


14 abril 2012

dia 29- o teu pensamento antes de ires dormir.

3 comentários.
sinceramente fofinhas/os, não penso em nada.
ps: estas férias, fui cindo diazinhos para paris com a minha escola e adorei ! aquilo é lindo, a torre eiffel enorme (fui até ao 2º balcão) o arco do triunfo também bastante grande para aquilo que eu estava à espera, juntamente com a catedral de notre dame, cada um lindo à sua maneira. já para não falar da ponte dos cadeados, que foi o que eu mais gostei. os casais compram um cadeado, escrevem la os seus nomes e a data de namoro, prendem à ponte e deixam cair a chave no rio sena. a ponte está cheia deles e tantos com línguas diferentes. já para não falar da disney, que é outro mundo. vai ficar para sempre no meu coração e só espero voltar*

13/04

5 comentários.
« sim, não são só as raparigas que sonham com o seu príncipe encantado, os rapazes também têm uma mulher de sonho desde pequenos, sonham viver com ela, ir às compras com ela, fazer tudo com ela, tudo o que vemos os nossos pais a fazer. eu nunca fui de esperar que essa princesa viesse ter comigo, era eu que ia sempre atrás dela, procurava, procurava, e por duas vezes achava que a tinha encontrado mas era sempre mais um erro que me fazia desistir dessa menina perfeita para mim. apesar de ter sofrido com esses erros, ergui a cabeça, segui em frente, e encontrei outra, que aprecia ter os meus ideais, mas deixei de acreditar nisso muito rapidamente, e foi aí que eu comecei a pensar que a mulher dos meus sonhos não existia, era um mero sonho impossível de se concretizar. mas acham que eu deixei de falar para aquela menina que no princípio achava que era perfeita para mim ? claro que não, falava sempre com ela mas só a via como uma amiga, mas a panca que em tempos tinha por ela continuava presente em mim. eu perguntava-me "como é que é possível alguém ter tanta beleza ?". eu ficava colado em ti, nas tuas fotos, e não percebia aquilo, não gostava de ti, mas fogo.. eras tão linda. tinhas tudo, eras linda, pegavas, brincavas comigo e ainda por cima eu sabia se algum dia tivesse algo contigo tu ias amuar, eras tão fixe miúda, eu curtia-te totil, acredita. mas eu tinha qualquer coisa que queria mais, mais e mais de ti, queria que fosses a minha princesa, e cada vez que dizias para estar contigo, eu não pensava, dizia logo que sim, oh, e adorava estar contigo. tu, tu não te calavas um segundo, sempre a falar, e eu, eu olhava para ti e admirava-te tanto, eras estranho, nunca tinha sentido aquilo por ninguém, tinha uma panca tão grande por ti. e adorava outra coisa em ti, quando era para falar a sério, não brincavas. e olha, quando tu estavas mal, eu ficava mesmo triste e só queria ir ter contigo para tu ficares bem, e num dia, no teu segundo dia de aulas, estavas mesmo mal, e como era habitual, quando estavas mal, eu estava triste e queria poder ajudar-te. e não é que ajudei mesmo, tu pediste para eu estar contigo e eu nem hesitei, disse logo que sim. tu, eu lembro-me, estavas feliz, estavas com um sorriso tão linda, tinhas todos os ideais da minha menina perfeita. gostei tanto desse dia, sabes porquê ? porque esse dia foi o que nos lançou para o próximo e assim sucessivamente, sempre juntos, todos os dias, e eu comecei a gostar tanto de ti, estava apaixonado. um dia não aguentei mais e tive de tocar nesses teus lábios, esses teus lábios que eram tão lindos, e a partir desse dia nunca mais te larguei e nunca mais te vou largar. com isto aprendi a não desistir pois foi por não desistir que finalmente encontrei a minha princesinha, a mulher dos meus sonhos.
lembra-te de uma coisa, no meu coração quem mora és tu e somente tu. 
amote muito minha menina linda. »

13/04/12, boy*

26 março 2012

25 março 2012

5 comentários.
523499_352577151451491_189421444433730_1001936_958170449_n_large
não te lembra ninguém meu pequeno ? lembra-te: "existem os casais que dão errado, os que dão certo e tem eu e você."
obrigada por seres quem és e me fazeres a mulher mais feliz do mundo. amo-te tanto, cada dia mais*

dia 27- algo em que acreditavas , mas que deixaste de acreditar.

4 comentários.
Tumblr_m1ad9wc1iv1qh47xbo1_500_large
no pai natal.


24 março 2012

dia 26- diz uma frase diferente para seis pessoas.

10 comentários.
Tumblr_m1dhkm384f1qf7t1lo1_500_large
bubble- serás sempre a minha número um.
♥ - mereces tudo o que há de bom no mundo e eu prometo que um dia, te darei tudo aquilo pelo qual lutaste .. já faltou mais meu amor.
leãozinho- és como uma irmã mais velha.
ju- és a miúda com o coração mais bondoso que eu conheço.
rui- és o meu primo preferido e gosto mais de ti do que aquilo que tu pensas.
diana- és uma pequena cheia de força, que eu admiro imenso.
P.- vais ser sempre importante, mas nunca mais serás o mesmo, nem nunca mais me terás.
migas- sei que estamos afastadas, mas recordovos todos os dias.

sol- não sei o que nos aconteceu, nem porquê, só sei que tenho saudades tuas.

tive de falar de mais três pessoas, peço desculpa.
1 comentários.
Tumblr_lyxyefoskm1qejioeo1_500_large
obrigada pelo dia fantástico que me proporcionaste quinta, pedi que me supreendesses e, como sempre, não falhaste. foi decidido assim à pressa, do género "vamos à praia hoje à tarde." e assim foi. jogamos volei mais de duas horas e nunca nada me tinha sabido tão bem. fui eu própria, entreguei-me totalmente a ti e tu a mim. dedicamo-nos tanto um outro e divertimo-nos imenso. nunca mais esquecerei daquele dia e espero que se repita o verão inteiro, e o outro, e o outro.
amo-te meu pequeno.


23 março 2012

oh yeeeeh.

3 comentários.
402652_376856602330262_100000177777306_1714695_2028354394_n_large

dia 25- diz cinco coisas que te irritem.

0 comentários.
Tumblr_m1cvg9fj3b1qcivcko1_500_large
  • que aspirem a comida.
  • o barulho das motas.
  • comer peixe.
  • que se façam de coitados/as.
  • ir a responder a uma mensagem e perceber que a mensalidade acabou.

história atual da minha vida.

2 comentários.
6862454076_c53c89dbb7_z_large
«se o vires na rua, não páres para o cumprimentar. se te mandar mensagem não respondas. se disser que te ama, parte para outra. se disser que tem saudades tuas, diz-lhe que a única memória que tens dele, é a merda que ele fez, logo não podes sentir saudade. tu és linda, és inteligente e perfeita, mas não para ele. ele merece ser usado e deitado para o lixo, merece que lhe partam o coração como te fez. quando tudo acaba a única coisa que sabe fazer é pedir desculpa, porque tem a ideia de que tudo pode ficar bem, usando apenas uma palavra. não tens de ficar triste, tu não fizeste nada. o que não falta neste mundo são rapazes, uns feios, outros bonitos, uns morenos e outros loiros. só tens de ficar com aquele que pode não ser o melhor para as outras, mas que é o melhor para ti. um dia, ele vai amar-te como tu o amas-te, vai precisar de ti tal como tu precisaste dele. vai sentir a tua falta como tu já sentiste, vai querer-te e tu já não vais quere-lo.»
esse dia chegou*

22 março 2012

inseparáveis.

3 comentários.
estou tão cansada mor, quero as nossas semanas de volta. quero que ele saia de uma vez por todas e nos deixe só aos dois. quero o sorriso e a euforia com que andava nos primeiros tempos. quero sossego. quero o verão. quero esse verão contigo. 
sei que devia ser forte e aguentar, mas torna-se complicado. precisava da força que me prometeste dar e agora tento agarrá-la e vejo que desapareceu. culpa tua ? claro que não. culpa nossa ? muito menos. a única pessoa que contribuiu para o mal desta relação fui eu, sempre fui eu, mas por cobardia, admitir, nunca se tornou possível. só que isto tem de acabar! eu não posso livrar-me das culpas e atirá-las para quem menos merece e acerca disso tenho um pedido de desculpas enorme a fazer. já o fiz imensas vezes e nunca me redimi, pois bem, vou fazer de tudo a partir de hoje.
ontem correu mal, é verdade, muito mal mesmo até. no entanto, apenas serviu para eu te dar mais valor ainda e ver como me consegues tratar da melhor forma, sabendo tu, que se fosse ao contrário, tal não acontecia. isso só demonstra o menino lindo que és e foi por causa dessas mesmas qualidades que conseguiste despertar o carinho que sinto. nunca mudes ouviste ? caso um dia isto corra mal, nos cansemos, etc, faz o mesmo por outra rapariga. eu sei que farás e que qualquer uma estará bem entregue nos teus braços e aí não saberá a sorte que tem, tal como eu em tempos. finalmente para mim, abri os olhos a tempo e juro que tentarei ser melhor !
foi há 9 meses que nos conhecemos e foi hoje. desculpa os meus erros imperdoáveis, mas acima de tudo, acredita que te amo e irei provar-to todos os dias, pois mereces e no verão, no verão a minha única companhia serás tu e os grãos de areia.
há 9 meses e eu amote cada dia mais meu menino*

19 março 2012

dia do pai.

4 comentários.
sei que tenho mil e um defeitos para te apontar, muito poucas qualidades e imensas cenas más que saíram da tua boca que eu nunca vou esquecer, mas, é dia do pai e no dia do pai dá-se valor ao que temos, aproveitava-se para dizer as coisas que nem sempre se teve coragem para pronunciar e passa-se um tempinho com o nosso herói. claro que isso não acontecerá connosco, trabalhas de mais e por tristeza minha em dizer isto, também não queria esse momentinho contigo. não leves a mal, só que sabes melhor que ninguém que nunca houve muito afeto entre nós. nunca disse que gostava muito de ti, nunca te dei um beijinho e em toda a minha vida contam-se pelos dedos os abraços que me deste. vivemos na mesma casa e é como se estivesses noutra cidade. não penses que não te amo, que não te estou agradecida, porque seria mentira esse tal pensamento. óbvio que és importante, és meu pai e esforçaste todos os dias para eu poder ter tudo aquilo que quero e nesse aspeto, nunca te poderei apontar o dedo, porque comida, roupa, etc nunca faltou. muito pelo contrário, sempre nos pudeste dar, a mim e à minha irmã, imensos luxos que imensas crianças desejariam ter. claro que não és o melhor pai do mundo, nem lá perto andas .. por outro lado, lá no fundo eu sei que tudo o que fazes, na tua cabeça, é para meu bem.
não te preocupes que não há pais perfeitos e lembra-te que gosto muito de ti, daddy.

18 março 2012

dia 24- felicidade, o que significa para ti.

4 comentários.
a felicidade é algo que não se explica, sente-se e não há ninguém no mundo que nunca a tenha sentido. ela pode durar apenas um segundo, mas aparece nos momentos mais inesperados e pelas razões mais insignificantes. mesmo que tudo esteja mal, haverá sempre uma razão que nos fará sorrir e sentir únicos e importantes, deixará um sorriso na nossa cara que não nos deixará dormir. isso é a lei da vida, algo que já nos aconteceu a todos. a felicidade está sempre ao nosso lado, só não a agarra quem não quer.
2 comentários.
já tinha saudades de estar assim contigo noquitas.
amo-te*

17 março 2012

liebster blog

5 comentários.



recebi este selo da Inês, obrigada fofinha !
 a regra é passar este blog a cinco blogs e eu escolhi os seguintes: sofiabranco; Sofia; Gabriela Macedo;  'dianasilva; Letis ". estes foram os cinco que escolhi*

07 março 2012

dia 23- algo que gostavas de mudar.

7 comentários.
mudaria esta merda de crise. a média para entrar na faculdade e punha-a muito mais baixa. deixava de roer as unhas. mudava o facto de ainda não ter a máquina que quero. punha 3 dias de aulas e o resto fim-de-semana. mudava a minha mania de ser esquisita com a comida. mudava o meu nariz e a minha preguiça. mudava a minha casa de alto a baixo. o infortunío de ainda não ter um cão. a traição e violência no namoro/doméstica. queria que o pedro mudasse de turma. por mim, a escola só começava às 10h30. preferia que a minha irmã, tivesse apenas 1 ou 2 anos de diferença de mim. adoptava o vitor para puder estar sempre com ele.
ps: óbvio que não é tudo, mas não me lembro de mais. se lembrar, acrescento.

06 março 2012

dia 22- algo que costumavas fazer/dizer/pensar quando eras criança.

12 comentários.
eu quando era pequena, pensava que os gémeos verdadeiros existiam porque Deus, não tinha tido imaginação para criar mais caras.

05 março 2012

dia 21- um ídolo, justifica.

2 comentários.
os meus avós maternos. porque mesmo perdendo o filho, quando este tinha apenas 16 anos, continuaram lutar com todas as forças que tinham para poder criar a minha mãe (tinha esta 17 anos quando tudo aconteceu) e foram bem sucedidos. pagaram-lhe os estudos e educaram uma menina que hoje, é das melhores mães do mundo. como se não bastasse, quando nasci, deixaram a sua cidade, Lisboa, onde tinham lá a casa, a família e os amigos de uma vida, para se mudaram para o Porto, onde vivo, para ajudarem a minha mãe e puderem passar mais tempo comigo. foi das maiores provas de amor que já fizeram por mim até hoje. a minha avó é como uma segunda mãe para mim e o meu avô, o pai que nunca tive.
amo-vos do fundo do coração e espero que durem muito tempo, pois quando forem fico completamente desprotegida ao mundo.

04 março 2012

dia 20- os desenhos animados que mais gostas de ver.

10 comentários.
quando era mais pequena eram as "Dó Ré Mi". tinha um grupo de amigas na primária e brincávamos a isto todos os intervalos.


agora, penso que sejam o "phineas e o ferb".

03 março 2012

dia 19- uma coisa que fazes e/ou fazias, mas tens vergonha de dizer.

9 comentários.
Tumblr_m044adqbqq1r9rdk3o1_500_large
sim, eu entre os meus 11-13 anos, fazia aqueles poses e caras rídculas para as fotos.

02 março 2012

dia 18- um sonho antigo.

4 comentários.
quando se é criança, todos sonham em ser astronautas, cabeleireiras e estar nas caixas dos supermercados. eu não. mal aprendi a falar soube para o que tinha nascido, pedi, chorei mas nunca ninguém ligou. o meu sonho mais antigo e que ainda predomina é um dia conseguir a carreira de professora de equitação, no entanto, já deixei esse objetivo para trás, pois à medida que fui crescendo percebi que é impossível seguir tal profissão sem nunca ter aprendido devidamente. agora o meu maior desejo é ter uma quinta com cavalos e nessa altura poder aprender o que sempre me foi proibido. deste não desisto !

01 março 2012

primeiro amor

3 comentários.
« é fácil saber se um amor é o primeiro amor ou não. se admite que possa ser o primeiro, é porque não é, o primeiro amor  só pode parecer o último amor. é o único amor, o máximo amor, o irrepetivel e incrível e antes morrer que ter outro amor. não há outro amor. o primeiro amor ocupa o amor todo.
nunca se percebe bem por que razão começa. mas começa. e acaba sempre mal só porque acaba. todos os dias parece estar mesmo a começar porque as coisas vão bem, e o coração anda alto. e todos os dias parece que vai acabar porque as coisas vão mal e o coração anda em baixo.
o primeiro amor dá demasiadas alegrias, mais do que a alma foi concebida para suportar. é por isso que a alegria dói, porque parece que vai acabar de repente. e o primeiro amor dói sempre de mais, sempre muito mais do que aguenta e encaixa o peito humano, porque a todo o momento se sente que acabou de acabar de repente. o primeiro amor não deixa de parte um único bocadinho de nós. nenhuma inteligência ou atenção se consegue guardar para observá-lo. fica tudo ocupado. o primeiro amor ocupa tudo. é inobservável. é difícil sequer refletir sobre ele. o primeiro amor leva tudo e não deixa nada.
diz-se que não há amor como o primeiro e é verdade. há amores maiores, amores melhores, amores mais bem pensados e apaixonadamente vividos. há amores mais duradouros. quase todos. mas não há amor como o primeiro. é o único que estraga o coração e que o deixa estragado. (...)
não há regras para gerir o primeiro amor. se fosse possível ser gerido, ser previsto, ser agendado, ser cuidado, não seria o primeiro. a única regra é: não pensar, não resistir, não duvidar. como acontece em todas as tragédias, o primeiro amor sofre-se principalmente por não continuar.
mas é por ser insustentável e irrepetível que o primeiro amor não se esquece. parece impossível porque foi. não deu nada do que se quis. não levou a parte nenhuma. o primeiro amor deveria ser o primeiro a esquecer-se, mas toda a gente sabe, durante o primeiro amor ou depois, que é sempre o último. »

29 fevereiro 2012

dia 17- uma coisa que gostavas de ver realizada.

4 comentários.
a mais recente coisa que gostava de ver realizada, era acabar o 12º ano, com uma média altíssima para puder entrar na faculdade que quero. no entanto, estou a ver esse sonho um bocado complicado.