21 outubro 2011

#24 Carta para a pessoa que te deu a tua melhor memória

20.01.2004
olá irmã,
já disse que te amo hoje ? pois, penso que não. aliás, até acho que são raras as vezes que tal acontece, até me pergunto se alguma vez disse. acho que nunca necessitámos de tal, sinceramente. contigo tento sempre ser a melhor e mesmo que por vezes seja difícil e me torne um bocado chata, irei sempre proteger-te, como mais ninguém. irei sempre amar-te mais que tudo. para mim, estarás sempre em primeiro e nada mudará isso.
pedi muito que nascesses, queria alguém com quem partilhar o quarto, os brinquedos, a roupa, a casa de banho, a televisão/computador. alguém a quem dar banho, pentear e vestir. imaginei-te como uma bonequinha, só minha. mas à medida que cresceste percebi que aquela bebé que tinha chegado às minhas mãos estava a amadurecer e a perceber certas injustiças da vida. sinto-me incapacitada e muita das vezes orgulhosa. vejo-me em metade de ti, sei que uma parte de mim já te ensinou algo e por muito pouco que tenha sido, significará sempre muito.
entrar no hospital e ver-te deitada no berço, pequena, frágil, intocável, é algo que nunca esquecerei. é a melhor memória que guardarei e só te peço que independentemente do que aconteça, não me esqueças, que eu para sempre te amarei.
minha bebé

2 comentários:

DANIELASILVA disse...

obrigada linda :)

Márcia Lourenço disse...

identificas as pessoas através de hiperligações e sim, a imagem é a mesma :)