04 outubro 2011

1afa70d3f6gavykxq_20394_8936cf0112_large
mais um post dirigido ti ? eu jurei, jurei perante as lágrimas que me escorriam pela face que importância seria algo que nunca mais te daria, que não perderia tempo nestes textos e que independentemente de tudo o que pudesse acontecer, voltar atrás era impensável. sim, lágrimas essas que foram causadas por ti e agora, passado um mês, voltas. tal e qual como antigamente e tudo isto porquê ? porque não enterras o nosso 'nós' e olhas em frente ? meninas não faltam e mesmo assim, já quase um ano depois de nos termos conhecido não nos largaste. o que me fizeste não se perdoa e eu própria sei que não mereces tal mas, independentemente de toda a gente me dizer  o quanto burra sou por te falar de novo, eu quero. pretendo perdoar-te num futuro próximo, pois sei que resistir-te durante muito mais tempo se tornará impossível, porque tudo o que fazes mexe comigo e mexe de tal forma que me faz perder o controlo. que me dá vontade de te olhar, olhos nos olhos e dizer tudo aquilo que o medo não deixou que saísse. beijar-te como se o amanhã não existisse mais e sentir que éramos só nós dois, perdidos no meio de nenhures. sei que quando esta febre de me reconquistares passar, tudo voltará ao que era e verei a mesma história passar-me à frente. as mesmas personagens, os mesmos cenários, os mesmos sentimentos. disseram-me que mesmo que isto desse uma reviravolta, nunca daria resultado porque és tu. tu com esse ar presunçoso e superior. que não gosta de ninguém e tem formas de ver o mundo diferentes dos demais. só que comigo, és tudo isto mas mais atenuado, usas todos estes fundamentos de uma forma que nos meus olhos é aquela que me faz feliz. no início és a melhor coisa e no final despertas-me arrependimento. vais de 8 a 80 num ápice, que se torna impossível acompanhar. gozaste comigo e da pior forma. mentes-me compulsivamente e no fundo, isso é o que mais me custa. quando pensas que me tens a tua atitude muda e eu não sei lidar com isso. tento chorar mas torna-se cada vez mais difícil pois a força é superior e agarra-me o orgulho quando este está quase a fraquejar. matas-me com cada palavra, mexes comigo com qualquer movimento. fazes-me chorar no bom e no mau sentido. fazes-me amar-te cada vez mais e odiar-te por isso mesmo, mas nunca mais quero que pares porque a cada dia que passa melhor me fazes. poder responder-te um sim é o que o meu emocional ordena, no entanto o não do meu racional predomina e relação sem confiança resultado nunca dará, logo, isto tão cedo não andará para a frente. a questão é se a conquistas de novo ou não. controlei tanto tempo as palavras e tudo o mais, como as lágrimas e os sorrisos, que agora a mistura de sentimentos não pára, ignorando se isso é bom ou não, contínuo e tudo por tua causa. pois infelizmente ou felizmente, não sei bem, para mim é tudo com base em ti e a brincar, a brincar há já à um ano. no verão, depois de ter dado o corte, dizia que o amor, como este que eu sinto era o pior que alguém, algum dia poderia sentir, pois mais tarde irá sofrer, sofrer como nunca pensou e nesse momento dará tudo para voltar atrás ou atenuar essa dor. ´'são dois idiotas' afirmava eu, quando um casal passava. era tanta mágoa/ódio junta/o e agora pergunto-me, para onde foi isso tudo afinal ? eu estava bem, via o mundo de uma forma diferente, mais despreocupado pois nada me afetava, tudo me passava ao lado mas apareces tu e novamente, tudo se foi. deveria ficar agradecida ou dececionada por isso ? tantas perguntas e infelizmente as tuas respostas só são 'porque sim/não', pois tanto tu como eu não adivinha o futuro e nem obrigação disso tem. são essas as respostas porque faltam argumentos perante algo que tu, no fundo, sabes que é a verdade.
a questão é: o que mudou e fará com que agora dê certo ? será que vale a pena o risco ?
« só sei que nada sei » e que o pouco que sei, é que te amo e amarei durante muito mais tempo.

12 comentários:

Soraia Jesus disse...

e tu nao o queres de volta ? amei o texto o:

Soraia Jesus disse...

sim li tudo, amo textos grandes. entao porque querida ?

Soraia Jesus disse...

e tu princesa, o que queres ? queres ele ?

Sara Louro disse...

Pois eu entendo-te, e quem me dera ser como tu e ter coragem de também meter um ponto final nesta minha história de uma vez por todas, deixar de escrever aqueles textos de coisas que afinal nao são bem assim e simplesmente dizer "chega". mas pronto já sabes que podes contar comigo :)

Marta disse...

Sigo (:

felicidade (in)constante disse...

(:

Soraia Jesus disse...

nao intendo essa incerteza princesa

filipa disse...

obrigada querida.

filipa disse...

adorei o texto!

SofiaSilva. disse...

de nada ♥ gostei muito deste!

Sara Louro disse...

es tu e eu. é provavelmente o meu poema preferido (:
O meu é igual :c nao diz que gosta, mas também nao diz que nao gosta... está muitas vezes comigo, faz-me senas de ciumes e assim mas diz que nao sabe o que sente....fora coisas do passado :x

beatriz disse...

adorei adorei!