15 setembro 2011

migos bora para a água

voei no tempo, perdi-lhe a conta. as horas eram segundos que corriam ofegantes, aproveitando-se da minha distracção para convosco. 5 anos sem conhecer infelicidade, a sorrir dia e noite, até mesmo nos sonhos, dar tudo por vocês era o meu único objectivo. cresci vendo todos os dias os mesmos rostos, que antigamente no verão raramente eram avistados, mas com a idade nunca deixados de alcançar. passou rápido. e agora tiram-vos assim. dão-me a escolher entre amizade e futuro profissional.'segue a paixão' diz-me o mundo, mas esse não compreende que a minha paixão são vocês. perdi tempo com insignificâncias, não percebi que podíamos ser só nós que eu tinha tudo a meu favor. e agora, sei finalmente o significado da frase 'quando perdemos é que damos valor' e infelizmente, já tarde e passados tantos anos. o valor que tenho por vocês cresce e nem sequer palavras existem para dizê-lo. independentemente da minha escolha, vocês vão ficar no lugar que tenho guardado só para vocês. amigos sou eu que escolho, escolhi-vos a vocês.
amo-vos, irmãos.

2 comentários:

joanarocha disse...

que bonito (:

beatriz disse...

olha, gostei bastante do que li querida